08 setembro 2008

Detalhes ao Vento


Sopre vento, pelos mares.
Ares, girem cataventos
e se espalhem.

Ares, mudem tempos,
refresquem pensamentos
e entrem em lares, ares,
secos de bondade;

toquem pessoas,
acariciem faces
e virem claves em frases
soltas em suspiros suaves.

Tento há tempos
ser como o vento
em incontáveis viagens.

No vai e vem é que se sabe
como arejar momentos,
alçar vôos no vento
e misturar nos ares
os sonhos da humanidade;

amenizar saudades,
revirar tempestades
e revelar aos ares
todos os detalhes!


video

Nenhum comentário: