15 abril 2011

Um Estranho No Ninho


Tantos motivos para desistir.
Creio que meu lugar não é aqui.
Sinto-me um estranho no ninho 
 querendo fugir.

A realidade é dura e ruim.
Ninguém perguntou se eu queria surgir.
Trouxeram-me ao mundo
e meus instintos tiveram que agir.

E meus pés não querem mais tocar o chão
mas seguem o compasso junto à multidão
mesmo a revelia  
dos meus sentimentos que diz
que eu não pertenço, não, a esse "Sistema"!
Tô fora do padrão!
Eu não me enquadro, não!
À todas as regras sou uma contradição.

Mantive meus olhos por muito fechados
agora tirei as mordaças e os laços.
Não é rebeldia não querer ser fraco
e quem discordar do que falo e faço
me diga de frente
se estou simplesmente errado!

Um comentário:

Anita Melo disse...

Forte e muito bom! Como sempre neh? Adorei e me identifiquei.